Cadastre-se para receber meu e-book!

Categoria

PRECISAMOS NOS ESVAZIAR DE NÓS MESMOS!

24 de novembro de 2015
Esvaziar-se 3

Você já teve a sensação de que está pesado carregar os papéis que você desempenha? Você já sentiu vontade de jogar tudo para o alto e fugir? Já se sentiu exaurido por ter que sustentar posturas e comportamentos que não são seus? Eu também! Sim, eu sei como é difícil e vou te contar como a vida fica mais leve e prazerosa quando a gente se esvazia.

Experimente deixar todos os rótulos, classificações, julgamentos fora de você! Por um momento foque na sua pessoa (neste momento é muito bom que você esqueça seu histórico escolar, suas promoções no trabalho, a sua própria profissão, suas obrigações (calma! Não se preocupe, pois isso não é nenhum convite ao egoísmo, e, eu te garanto que tudo que você acumulou vai ter outra conotação a partir de agora).

Comece a desapegar de tudo e, na medida em que você for deixando um dos seus papéis de lado, se permita conectar com a sua verdadeira essência. Você é a sua essência. Você não é os seus títulos, as suas obrigações e os seus diversos personagens. Se você acaba de conhecer alguém, e se apresenta prá essa pessoa, você não fala: “Eu sou fulano que formou em tal profissão, que tenho diversos certificados, tenho 3 irmãos, 2 filhos e tenho que pagar tal conta que vence amanhã”. Carregar isso tudo o tempo todo, além de trazer peso, a gente se distancia do que nós somos de verdade.

Não são as nossas bagagens que vão sustentar o nosso eu verdadeiro, mas justamente o contrário: é a nossa essência que irá promover as nossas melhores versões e vai nos ajudar a lidar de forma sutil e descortinada tudo que acumulamos. Assim vamos encarar o nosso histórico de vida e as nossas obrigações sem vaidade, sem orgulho, sem drama e sem dor. É claro que não conseguimos abandonar tudo isso o tempo todo, mas o que estamos fazendo aqui é tentar tirar o foco do que está atrapalhando a nossa essência de existir. E a gente só consegue fazer isso nos esvaziando!

Carregar essa mala cheia só nos traz um peso grande e nos faz desviar a atenção para o que temos que ser ou para o que achamos que temos que ser. Mas a gente só consegue SER, quando nos permitimos esvaziar! Esvaziar é dar espaço para que novas situações aconteçam quando soltamos todo o apego por essas classificações.

Então, deixe de lado agora o que você busca, as suas necessidades, seus desejos, e tudo que já conquistou! Você só vai conseguir se reconectar com você mesmo se você se despir desses falsos preenchimentos.

“Quando a gente foca na nossa essência, todo o resto é sustentado de maneira verdadeira.”

Renata Cappai

Foto: Roberto Benatti

Você também pode gostar de

3 Comentários

  • Reply Fernanda 1 de dezembro de 2015 at 3:21 pm

    Re,
    Tem alguma técnica de EFT ou outra para conseguir ir realizando esse desapego? Ou seria apenas um exercício de consciência? Beijos..Estou adorando a cada dia mais seu site.Parabéns!

    • Reply repage 5 de janeiro de 2016 at 5:03 pm

      Ei Fê! Tão feliz por você aqui!
      A EFT pode te ajudar a desapegar sim. Faça rodadas quando se sentir presa à alguma coisa que te mantém desconfortável ou que limita o seu progresso, vou te dar um exemplo, mas por favor, incluia as frases que cabem à você e aos seus sentimentos:

      Ponto Caratê: “Mesmo que esteja sentindo esse apego, eu me aceito profunda e completamente” (3x)

      Topo da cabeça: Esse apego que sinto
      Início da sobrancelha: Eu me sinto presa
      Ao lado do olho: Sinto que existe algo que está me limitando.
      Embaixo do olho: Eu tenho dificuldade em deixar ir, em desapegar.
      Entre o nariz e a boca: Será que é medo? Se for, medo de que? (vai prestando atenção no que vem á tona para saber se existe algo por trás desse apego)
      Queixo: Eu sou muito apegada às coisas na minha vida
      Clavícula: Eu me sinto mal por isso, pois__________________ (complete com o que vc gostaria de sentir mas não consegue)
      Embaixo do braço: Esse apego que eu sinto

      Vai dando continuidade aos sentimentos, sensações e pensamentos. Às vezes o sentimento muda e isso significa que ele estava por trás do que você trabalhou. Faça quantas vezes for preciso até que você sinta melhor.

      Brigada pela sua visita, querida! 😉

    • Reply repage 11 de fevereiro de 2016 at 10:47 pm

      Ei querida!!! Que bom vc por aqui! <3
      Me perdoa por mais de 1 mês de atraso? rs
      A EFT é fantástica para trabalhar a questão do desapego.
      1º Tenha consciência do que vc deseja desapegar.
      2º Frase de iniciação: Mesmo que eu me sinta apega com ____________ (tal questão), eu me amo e me aceito profunda e completamente (3x)
      Início das sobrancelhas: Esse apego que eu sinto
      Lado do olho: Eu me sinto muito mal com isso
      Embaixo do olho: Porque eu me sinto sem controle
      Embaixo do nariz: E então eu me sinto impotente
      Queixo: Eu me sinto _______________ (complete com os sentimentos que vem a tona)
      Destrinche a situaçao continuando tocando nos pontos, como se vc tivesse contando sobre esse apego para alguém. Quanto mais específica for, melhor é e mais rápido você chega na raíz da questão.
      Observe se vem alguma lembrança, alguma sensação física, se o sentimento mudou. E se acontecer algum dele, dê voz a eles, verbalizando tudo que sentir ou lembrar. Dê detalhes! E paralelamente, vá tocando nos pontos.
      Clavícula:
      Embaixo do braço:
      Topo da cabeça:
      Início da sobrancelhas:
      Lado do olho:
      Embaixo do olho:
      E assim por diante. Só pare de fazer quando sentir alívio. Para ser mais específico, numa escala de 0 a 10 onde 10 é o máximo de intensidade da emoção e 0 é nada, fale o número que vem à sua mente. Se for de 5 para baixo, você pode parar e se for mais de 5, continue fazendo.
      Adorei você aqui querida! Super beijo

    Deixe um comentário